Qual é a maior torcida Galo ou Cruzeiro?

Qual é a maior torcida Galo ou Cruzeiro?

Qual é a maior torcida de Minas?

A Massa Atleticana é, disparadamente, a maior torcida de Minas Gerais. Além disso, é a sétima maior do Brasil e a terceira que mais cresceu no país, nos dois últimos anos.

Quantos torcedores tem o Cruzeiro e Atlético?

2014

Pos. Clube Torcida (numericamente)
Cruzeiro 7.237.177
Santos 6.030.981
Atlético Mineiro 5.829.948
10º Internacional 5.226.850

Quem tem mais torcida Cruzeiro ou Atlético 2022?

Neste levantamento, o Atlético-MG superou o Cruzeiro e detém um maior número de torcedores em 2022. Na pesquisa da Sport Track, a torcida do Galo representa 3,7%, enquanto a da Raposa tem 2,8%.

Qual é o ranking das 10 maiores torcidas do Brasil?

Pesquisa aponta as 26 maiores torcidas do Brasil; veja lista

  • 1) Flamengo: 21,8%
  • 2) Corinthians: 15,5%
  • 4) Palmeiras: 7,4%
  • 5) Vasco: 4,2%
  • 6) Grêmio: 3,2%
  • 7) Cruzeiro: 3,1%
  • 10) Atlético-MG: 2,1%
  • 12) Botafogo: 1,3%

Quantos torcedores tem o Cruzeiro 2022?

Mais de 860 mil cruzeirenses já foram aos estádios para acompanhar o time no Campeonato Mineiro, Copa do Brasil e Série B do Brasileiro em 2022. O Cruzeiro deu mais um grande passo para bater a marca de 1 milhão de torcedores presentes nos estádios nesta temporada.

Quem tem mais títulos Cruzeiro ou Galo?

Atlético-MG (47 títulos) O Galo é o maior campeão do Campeonato Mineiro com 47 títulos conquistados ao longo de toda história. Muitos deles foram conquistados nas décadas de 50 e 80, foram 15 nesses períodos.

Qual a torcida mais apaixonada de Minas?

Em Minas Gerais, o Cruzeiro é maior. Segundo o levantamento, 26,5% dos mineiros torcem para o time celeste. Os atleticanos chegam a 20%. Bem atrás está o América-MG, com 0,29% dos torcedores do estado.

Quantos membros tem a Galoucura?

Veja os memes sobre 'furo' da Galoucura a bloqueio bolsonarista na BR-381. Integrantes da Galoucura, torcida organizada do Atlético, furaram o bloqueio das rodovias interditadas por manifestantes que não aceitaram o resultado das eleições em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) venceu Jair Bolsonaro (PL).